17 de janeiro: Santo Antão do Egito

Santo Antão é venerado pela tradição monástica como o “pai dos monges”. Sua vida, escrita por Atanásio de Alexandria, que o conheceu pessoalmente, se tornou um guia perene para toda a vida monástica no Oriente e no Ocidente, até o tempo presente. Antão nasceu em Quenan, Egito, no ano 251, numa família cristã abastada. Aos … Continue lendo 17 de janeiro: Santo Antão do Egito

Anúncios

12 de janeiro: Santo Elredo de Rievaulx , abade

Hoje, 12 de janeiro, a família Cisterciense celebra a festa litúrgica de Santo Elredo de Rievaulx (forma latina: Rieval), um dos mais queridos de nossos Padres Cistercienses que, ao lado de Bernardo de Claraval, Guilherme de St-Thierry e Guerrico d’Igny são chamados “os quatro evangelistas de Cister”. O dito popular segundo o qual “uma verdadeira … Continue lendo 12 de janeiro: Santo Elredo de Rievaulx , abade

Batismo do Senhor: O valor da vida escondida na missão de Cristo

“Tu és o meu filho amado, em Ti ponho meu bem-querer” Mc 1, 7-11 Com essa solene declaração vinda do Céu, Cristo inicia sua vida pública, sustentado pelo Espírito Santo que sobre ele desce e nele permanece. Com esta mesma declaração, celebrada na missa do Batismo do Senhor, a Igreja conclui o ciclo do Natal … Continue lendo Batismo do Senhor: O valor da vida escondida na missão de Cristo

S. Elredo de Rievaulx, Terceiro Sermão para a Epifania

Põe-te de pé, resplandece, porque tua luz é chegada. Põe-te de pé, resplandece, Jerusalém, porque tua luz é chegada (Is 60, 1). Esta é a Jerusalém que o Senhor Jesus, verdadeira e suprema paz, constrói com pedras vivas, e que tende a contemplá-lo, crendo firmemente que na sua visão há de encontrar a felicidade futura. Esta … Continue lendo S. Elredo de Rievaulx, Terceiro Sermão para a Epifania

Ofício Divino: Hino Gregoriano “A Solis Ortus”

Como complemento do Ofício Divino: Breviário da Festa da Epifania do Senhor  , publicamos o Hino Gregoriano "A Solis Ortus Cardine". Hino A Solis Ortus O texto deste hino (cuja tradução aproximada para o português seria “Desde o nascente do Sol, até os limites da terra”) é um poema cristão do quinto século, que narra a … Continue lendo Ofício Divino: Hino Gregoriano “A Solis Ortus”